É preciso perdoar para ser feliz

 

O perdão é uma linha tênue que existe entre dois extremos: a vontade de se vingar e a arte de superar-se. A 

superação torna você um vencedor na virtude. O Pai-Nosso, a oração mais proferida todos os dias, diz: “perdoai as nossas ofensas, assim como perdoamos aqueles que nos tem ofendido”.

O perdão beneficia mais a nós mesmos do que ao outro que nos ofendeu. Ou seja, é um processo mais 

interno do que externo; é compreender que você é responsável por sua percepção e aceitação da vida.

Quando perdoamos, não significa que estamos “deixando pra lá” o que ocorreu; a principal lição que aprendemos é que não cometeremos o mesmo erro com o “nosso próximo”.

O primeiro passo é decidir quando perdoar. Sei que não é fácil, pois significa aceitar o comportamento abusivo do outro. Mas, evite colocar-se no papel de vítima. Perdoar faz com que a vida mude para melhor; simboliza libertar-se; “morrer” para uma determinada situação e “renascer” para outra. É retirar do dia-a-dia 

um sentimento ruim e acreditar que a felicidade existe.

A raiva é o veneno e o perdão o antídoto. Quem se perde na raiva, na vergonha ou na culpa, torna-se um prisioneiro desvitalizado.

Guardar ressentimentos significa que você é incapaz de superar o que aconteceu. Quando alguém diz: “não vou perdoar”, implica na ilusão de crer que é perfeito e poderoso, denotando a falta de solidariedade. Perdoar é aprender a amar e também aceitar os defeitos dos outros.
Oração do perdão
Com todo o poder da presença de Deus e do raio do amor eterno. Eu perdôo, perdôo, perdôo, a cada pessoa, lugar, condição ou coisa que me tenha feito mal, de qualquer modo, em qualquer momento, por qualquer r

azão, e agora envolvo em amor todas as dívidas a mim devidas pela vida.

Eu invoco a lei do perdão para mim mesmo e para toda a humanidade pelo mau uso da energia sagrada de Deus. 
Perdoe-me!

E à medida que somos perdoados enviamos uma dádiva de amor para equilibrar todas as dívidas à vida que 

alguma vez tenhamos contraído e que ainda estejam sem pagar.

Nós somos gratos pela lei do perdão que nos permite amar a vida livre da roda do mau karma antes que ele possa manifestar-se ou ser sustentado por mais tempo. Nós aceitamos isto no mais do que nos é sagrado. 
Amém.

Fonte:Monica Buonfiglio

Obs:Espaço Jovem, Sera que sabemos perdoar?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: