Paraná gera 19 mil empregos formais em maio, alta de 63%

O Paraná gerou 19.131 empregos com carteira assinada em maio, segundo dados divulgados nesta segunda-feira (21) pelo Ministério do Trabalho. Foto AENotícias

O Paraná gerou 19.131 empregos com carteira assinada em maio, segundo dados divulgados nesta segunda-feira (21) pelo Ministério do Trabalho e Emprego. O resultado, baseado no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), é o melhor do Sul – Rio Grande do Sul (9.511 postos) e Santa Catarina (5.438) – e foi 63% maior que o verificado no mesmo mês do ano passado: 11.682 vagas. O saldo do ano ficou em 90.542 empregos. Os números de janeiro a maio já superam em 31% o resultado de todo o ano de 2009, quando foram gerados 69.084 empregos com carteira assinada.

De acordo com o secretário de Estado do Trabalho, Emprego e Promoção Social, Tércio Albuquerque, nos dois comparativos o Paraná está entre os líderes nacionais na geração de empregos em 2010. “Esses resultados são reflexo, entre outros fatores, das políticas públicas do Paraná de isenção e redução de impostos, que trocam ICMS por emprego, e do maior salário mínimo regional do País. É meta do governador Orlando Pessuti garantir emprego e renda a todos os trabalhadores e os números comprovam isso”, afirmou.

SETORES – Entre as atividades da economia paranaense, a indústria foi a que alcançou melhor desempenho. Foram 6.435 novas contratações em maio e 31.753 nos cinco primeiros meses do ano. Em seguida aparece o setor de serviços, com 4.847 empregos gerados em maio e a construção civil com 3.725 postos no mês. O comércio colocou 3.207 trabalhadores no mercado formal e a agropecuária, 839.

Dos subsetores contabilizados pelo Ministério do Trabalho e Emprego, o maior saldo de empregos no mês de janeiro no Paraná veio da Administração de Imóveis (1.784) e Alojamento e Alimentação (1.204). Entre as áreas da indústria, o maior número de vagas foi gerado no setor têxtil e vestuário (798) e materiais de transporte (682).

INTERIOR – Os dados mostram que as cidades do interior do Estado foram responsáveis por 64,4% de todos os empregos gerados Paraná em maio: 12.329 postos de trabalho. Já os 26 municípios que compõem a Região Metropolitana de Curitiba abriram 6.802 mil oportunidades e responderam por 35,5% do total de vagas.

Com o resultado de maio, sobe para 2.291.885 o número de trabalhadores do Paraná com registro formal. Destes, 736.678 conquistaram emprego a partir de 2003, início dos governos de Roberto Requião e Orlando Pessuti. Para se ter uma dimensão dos números, nos oito anos do governo anterior, o saldo foi de 37.882 empregos.

BOX – DADOS COMPARATIVOS

Geração de empregos no Paraná, por ano

1995: -25.327

1996: -32.805

1997: 7.463

1998: -35.657

1999: -16.549

2000: 28.143

2001: 53.857

2002: 58.857

Saldo do período: 37.882 empregos

2003: 62.370

2004: 122.648

2005: 72.374

2006: 86.396

2007: 122.361

2008: 110.903

2009: 69.084

2010: 90.542 (até maio)

Saldo do período: 736.678 empregos

Fonte: Caged – Ministério do Trabalho e Emprego

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: