Saiu no Estado do Paraná

Obra para recuperar orla de

 Matinhos  tem verba, mas não sai do papel

 Flávio Laginski
O sonho de ver a orla de Matinhos, no litoral do Paraná, recuperada ainda não tem data para se concretizar, embora até o dinheiro para a obra já tenha sido liberado. Falta o sinal verde da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano.
As constantes ressacas que afligem a cidade de Matinhos, litoral do Paraná, acabaram por destruir boa parte de sua outrora bela orla marítima. O problema, que é antigo, contribuiu bastante para a queda do movimento na praia em períodos de alta e também de baixa temporada, uma vez que veranistas e turistas têm optado em procurar imóveis ou apenas visitar o litoral de Santa Catarina, que não sofrem tanto com este fenômeno natural.
Há dois anos, um projeto para recuperação de oito quilômetros de praia, dos balneários de Caiobá até Flórida, deixou a população e frequentadores do local animados com a possibilidade de ver uma praia novamente bonita e recuperada. Todavia, o sonho está virando pesadelo, pois até o momento a obra não saiu do papel.
De acordo com o prefeito de Matinhos, Eduardo Dalmora (PDT), o projeto está pronto, o Relatório de Impacto Ambiental (Rima) já saiu e a verba, proveniente do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), está disponível, mas falta apenas um sinal verde da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano (Sedu) para começarem os trabalhos. “Tudo o que cabia à prefeitura foi feito. Entregamos tudo o que nos pediram. A obra tem urgência, pois tivemos uma nova ressaca recentemente e destruiu parte da praia na altura da rotatória (na Avenida Curitiba, próximo ao balneário Flamingo). Conversei com o governador Beto Richa (PSDB), que ficou de avaliar a situação. Temo, contudo, que o atraso possa fazer com que Matinhos perca essa verba”, garante.
O prefeito revela ainda que a população almeja esta obra para melhorar a infraestrutura local e que, com isso, mais turistas possam frequentar a praia“A recuperação da orla é mais do que necessária. As pessoas sempre me perguntam quando ela será feita. Além dela, há outra obra, que estamos tentando levantar o dinheiro junto ao PAC 2. Porém, ela só poderia ser feita quando a revitalização estiver concluída. É só o governo dar o ok que as obras começam”, afirma.
A assessoria de comunicação da Sedu informa que, em função da complexidade do projeto, ele continua sob análise e não há uma data para que receba o aval para o início das obras.

2 Respostas

  1. Quem está travando, na verdade, é um pinóquio que virou secretário de estado.

  2. Carlos Dalberto Freire | Responder

    Este projeto do Governo Requião o qual começou com o trabalho da ACIMA ja em seu primeiro governo para a realização através do Secretário de desenvolvimento Urbano Forte Neto, hoje pelo que vejo já não se consegue mais realizar pórque não há de onde tirar areia para engorda. Deveria ser retirado do banco da entrada da baia de Guaratuba mas esta definitivamente proibido, também deveria ser retirada a areia de jazidas de arreia que tem na região do itacolomi e currais mas infelismente esta área esta sobre proteção ambiental ou seja no Estado do Paraná e o único lugar que não deixam o litoral progredir e aqui tudo é proibido através do IAP e IBAMA. nos outros Estados tudo se faz com responssabilidade.
    Somos testemunhas vivas em relação a luta do Prefeito atual para que isto se realize.
    A solução seria partir para o projeto que foi feito a mais de 30 anos que deu certo a praia mansa até a casa do camarão e nunca foi feito namutenção que precisava e se tivessem feito teriamos muito mais areia na praia sem precisar colocar um grão de areia.
    Falta coragem dos comerciantes se reunirem e irem até o Palácio do Governo fazer uma manifestação em favor da recuperação da orla, mas tem muita gente por aqui que não tem coragem, eu estou a disposição para a idéia e vai funcionar.
    Deixo aqui o Saite da recuperação que foi feito nos anos 77/78 para que todos verem o que é projeto o qual trabalhamos ativamente para acontecer e aconteceu numa época que nosso Município tinha pouca arecadação.

    http://www.netpar.com.br/lindroth/index.htm (Cópie e cole)

    Carlos Dalberto Freire (Beto)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: