Guaratuba confirma primeiro caso (importado) de dengue em 6 meses

A secretária municipal de Saúde de Guaratuba, Angelita Miranda, confirmou nesta segunda-feira (11), o primeiro caso de dengue na cidade dos últimos seis meses. O anúncio foi feito pela manhã, em entrevista à Rádio Litorânea.

Trata-se de mais um caso importado (de contaminação em outra cidade), o segundo desde julho de 2015. Naquela ocasião, uma jovem moradora passou férias na cidade de Guaíra, no Oeste do Paraná, e chegou com os sintomas da doença. Foi encaminhada ao Hospital Regional de Paranaguá onde o exame comprovou a doença.

 

dengue-agentes

Agentes de endemias já fizeram 22 mil vistorias em imóveis.

O caso recente foi confirmado no sábado (9) no Pronto Atendimento Municipal. O paciente, um jovem de 14 anos havia chegado de férias na cidade de Paranaguá, onde esteve com familiares desde o Natal. Retornou na quinta-feira (7) ainda sentindo-se bem. No sábado, acordou com dores e febre e os pais o levaram ao PAM onde o exame rápido deu positivo. O rapaz foi medicado e está sendo acompanhado pela Secretaria de Saúde.

                                    Varredura atrás do Aedes
O chefe do setor de Doenças Endêmicas da secretaria, o médico veterinário Hermínio Molinari, e a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, a enfermeira Vânia Azambuja Borges, participaram da entrevista a Paulinho Max e deram outras informações sobre as medidas que estão sendo tomadas em relação ao caso e à prevenção à dengue.

Como no caso anterior, foi feita uma varredura na residência do paciente contaminado e num raio de 300 metros em busca de larvas do mosquito Aedes Aegypti. Não foi encontrado nenhum. De acordo com Molinari, em 2015, foram encontrados quatro focos do mosquito e os locais continuam sendo monitorados. Desde outubro, não foi encontrado mais larvas do mosquito nestes e em todos os outros locais visitados em Guaratuba.

No sábado, Guaratuba participou do Dia D de Combate à Dengue com orientações aos banhistas e em vista a diversos locais do centro. Durante a semana, 15 agentes de endemias já visitaram 22 mil imóveis. Junto com equipes da Secretaria de Estado da Saúde, foram recolhidos cerca de 200 tubetes de larvas para exames e todos deram negativos.

                     Contato físico não transmite dengue
Vânia e Hermínio destacaram que a doença só é transmitida através de um veto, no caso o Aedes Aegypti, e que não pega através de beijos, abraços ou qualquer contato com o doente. Os dois também alertaram que o índice zero de infestação do mosquito, constatado por amostragem, não significa que não exista Aedes Aegypti em Guaratuba. A população e os visitantes devem continuar tomando os cuidados para evitar a proliferação do mosquito e os moradores evitar viajar para zonas infestadas.

                                Epidemia em Paranaguá
Em Paranaguá, onde a dengue atingiu o nível de epidemia, com aproximadamente 600 casos contraídos na cidade, os boletins sobre o número de casos serão divulgados todas as terças-feiras. O prefeito Édison Kersten anunciou no sábado a aplicação dos R$ 3,9 milhões que serão recebidos do governo estadual na contratação de médicos e profissionais de enfermagem, estruturação do sistema de saúde e estratégias de atendimento.

A primeira tenda destinada ao Hospital de Campanha, que ficará localizado ao lado do Pronto de Atendimento da Baduca, foi instalada no final de semana, com a segunda estrutura colocada na segunda-feira (11).

Fonte: Correiodolitoral.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: